Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

O Diretor de Marketing vai ser o maior comprador de tecnologia dentro das empresas até 2017. Vai comprar mais que o próprio CIO, segundo estudo do Gartner. Sem dúvida, esse dado nada mais é do que um reflexo das mudanças que vimos acompanhando na função do líder de marketing, em suas prioridades e na forma como trabalha. Cada vez mais, ele percebe que a tecnologia é uma aliada para trazer resultados significativos para sua empresa para se relacionar melhor com o consumidor, gerar demanda, entender os concorrentes e transformar a explosão de dados em informação relevante.

Se o objetivo almejado é melhorar os negócios da empresa, tudo leva a crer que os líderes de marketing estão no caminho certo. Um recente estudo da IBM feito por sua unidade de consultoria mostra que empresas que usam tecnologia em ações de marketing têm renda 40% maior. O lucro das empresas que lideram o seu segmento é 2x maior que as demais também. No infográfico abaixo é possível ver que tecnologias móveis e sociais fazem parte das estratégias dessas empresas líderes.
Empresas líderes de mercado investem em táticas de marketing
que envolvem mobilidade e social business
Há dois anos a IBM divulgou os resultados de um outro estudo feito sobre os maiores desafios dos CMOs que considero ainda muito atual no contexto das empresas. Esses líderes têm quatro grandes preocupações: a explosão de dados, também conhecida como Big Data, as de mídias sociais, o crescimento do número de canais e dispositivos móveis e a ascensão de um novo consumidor, que se mostra mais influente e quer ser colaborativo com os produtos que consome e serviços que utiliza.
Em paralelo, temos dois cenários:
  • Os clientes das empresas estão rejuvenecendo e ano a ano elas têm que lidar com uma quantidade cada vez mais de consumidores da geração Y.
  •  Em poucos anos (ou pouquíssimos), a tomada de decisão nas empresas será feita por esses mesmos consumidores jovens, influentes e colaborativos.
Não há dúvidas que esses dois fatores estão mudando a forma como as empresas se relacionam com seus clientes, tanto por conta do perfil dos novos consumidores quanto pela atitude de que está batendo o martelo. O cliente tende a ser engajado no momento anterior ao desenvolvimento de um produto ou serviço. Um consumidor não quer ser um “segmento”. Ele é um indivíduo e deve ser tratado como único.
Esses novos consumidor e tomador de decisões exigirão uma liderança de marketing cada vez mais dinâmica e tendenciosa e motivada à inovação, seja na hora de fazer um evento de relacionamento, ou quando estiver pensando numa campanha de endomarketing, em um projeto de branding ou em um estudo de mercado da concorrência. Eles serão os grandes impulsionadores de um marketing mais inteligente. E a tecnologia é a grande protagonista da história.

Artigos Relacionados

19 maio
Vamos falar sobre Design Thinking
Geral // 0

– por Rodrigo Giaffredo Galera amada do meu Brasil, criei um podcast‬ só pra ensinar os segredos‬ do design thinking. Sabe aquelas paradas que NUNCA vão te ensinar nos cursos? Então, elas mesmo – apreciem sem moderação!

25 nov
As histórias de sucesso do SmartCamp 2016
Geral // 1

“Uma startup é uma companhia que trabalha para resolver um problema em que a solução não é óbvia e seu sucesso não é garantido” – Neil Blumenthal, CEO e cofundador da Warby Parker Enquanto essa frase traz um resumo sucinto das chamadas empresas startups, eu prefiro dizer que elas são um estado de espírito das pessoas

09 ago
Não perca a programação deste final de semana!
Geral // 0

Há 96 anos no Brasil, a IBM tem um papel importante na história de desenvolvimento do mercado brasileiro. Ao longo do tempo, a empresa transformou completamente seu modelo de negócio, sempre investindo em inovação para acelerar o progresso da sociedade. Amanhã, sábado (10/08), o Presidente da IBM Brasil Rodrigo Kede irá contar a história da

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por