Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

Conforme vemos crescer o uso de redes sociais e a adoção de tecnologias como mobilidade e computação em nuvem, também percebemos que ficamos cada vez mais expostos a diversos tipos de ataques de hackers, vírus e malwares. Na internet, todos somos alvos de ameaças cada vez mais sofisticadas à segurança de nossos dados, sejam pessoas físicas ou empresas.

Atualmente, de acordo com estudos da IBM, existem mais de 70 mil vulnerabilidades de segurança com mais de uma dúzia delas sendo relatadas sendo relatadas diariamente. Para estudar e avaliar como estes criminosos virtuais agem, monitorar novos tipos de ataques e vulnerabilidades à segurança da informação e encontrar as melhores práticas para a defesa contra estes ataques, a IBM possui um time de pesquisadores e especialistas em segurança conhecido como IBM X-Force, ou “hackers do bem”.
As mídias sociais se transformaramno novo “Playground” 
De acordo com o relatório de tendências e riscos divulgado pelo IBM X-Force no segundo semestre de 2013, os criminosos virtuais estão aperfeiçoando cada vez mais suas habilidades, o que trouxe um aumento no número de ataques a redes sociais, sites, aplicativos móveis e “watering hole” (ataques realizados contra empresas menores e mais vulneráveis). Os ataques acontecem por meio de spams que podem ter a aparência profissional ou mesmo enviar links nocivos que parecem ser de amigos ou pessoas que você “segue”. Para evitá-los, as redes sociais têm tomado medidas mais proativas na pré-varredura de links incluídos em posts/mensagens privadas e públicas. As mídias sociais tornaram-se rapidamente os principais alvos de invasores, que continuam utilizando este canal como meio de obter mais inteligência para promoverem ataques cada vez mais sofisticados. Além disso, os hackers também passaram a vender contas usuárias das mídias sociais.
Os infográficos abaixo trazem os principais insights apresentados pelo estudo. Para acessar o relatório na íntegra, acesse www.ibm.com/security/xforce.

 

Artigos Relacionados

27 jul
O cibercrime durante os grandes eventos do esporte
Geral // 1

*Por Maria Fernanda Espinosa – vídeo por Bruno Favery – O problema não é novo, muito pelo contrário. Durante as Olimpíadas de 2012, em Londres, um vírus foi mascarado em um PDF da tabela de horários dos jogos. Esse intruso basicamente baixava outros componentes que criavam outros ataques. Em outro momento, durante a Copa do

26 jun
“Inovação: é preciso estar disposto a tentar e falhar”
Geral // 0

Ser um empresa inovadora não é mais um diferencial. Para estar no campo competitivo é essencial ter a inovação como norte.  Agora, não é quem inova que está a frente, mas quem inova MAIS.  E os consumidores só têm a ganhar: quanto mais as empresas inovam, melhores são os serviços e os produtos entregues a

08 jul
Nanotecnologia: olhando o mini para fazer grandes mudanças
Geral // 0

 *Por Kelly Bassi A nanotecnologia é a ciência que estuda a manipulação de matérias em escala atômica e molecular para criar novos materiais, produtos e processos. Cuidar dessas partículas tão pequenas já mudou muitas coisas em nossas vidas. Um exemplo bem próximo são os microprocessadores que estão cada vez menores e com maior poder computacional. O resultado destas pesquisas em nanotecnologia está em suas

Comentários

Brenda
16 de agosto de 2017

Parabéns pelo blog!
http://www.computerti.com.br

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por