Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)


A proliferação dos dispositivos móveis contribuiu muito para ampliar a presença e a importância das mídias sociais que, acessível em praticamente todos os lugares, se tornaram um grande termômetro da satisfação dos consumidores para as marcas. Com impacto imediato, as redes sociais deixaram de ser uma tendência tecnológica para se transformar em um importante instrumento de mudança na cultura e comportamento em sociedade.

Os números surpreendem: cerca de uma em cada oito pessoas no mundo tem sua própria página no Facebook e 65% dos usuários de mídias sociais dizem usá-las para obter conhecimento sobre marcas, produtos e serviços.

 Essa porcentagem evidencia que a mídia social é uma poderosa ferramenta de marketing. Elas podem e devem ser usadas para criar um buzz sobre um novo produto minutos após seu lançamento, para conhecer os desejos dos seus consumidores antes mesmo de anunciar um produto ou para compartilhar notícias de um evento em tempo real.

  Antenadas a essa demanda, as principais marcas globais já criaram suas páginas nas redes sociais mais utilizadas mundialmente. O desafio agora é saber como utilizar de maneira proveitosa todas as informações disponíveis e postadas nas redes.As tecnologias de análise de dados cumprem muito bem esse papel. Elas são capazes de analisar bilhões de comentários e fornecer resultados precisos através de painéis interativos e relatórios personalizados. Por meio das opiniões dos clientes é possível conhecer o que seus seguidores esperam de um novo shampo, por exemplo, ou ainda o que eles acharam do último smartphone lançado por sua marca preferida.

Dessa forma, as ações de marketing tornam-se mais precisas, ágeis e sensíveis às demandas do mercado. Além disso, as mídias sociais podem ser um catalisador para ajudar a ampliar o relacionamento com clientes e aumentar a velocidade com a qual os atinge, de maneira dinâmica e com maior precisão. Tudo
isso com custos menores.

E as suas marcas favoritas, já estão acompanhando o que você pensa?

Artigos Relacionados

14 ago
Como o chip que imita o cérebro pode revolucionar a computação
Geral // 0

Na semana passada, a IBM anunciou em um artigo publicado na Revista Sciense que desenvolveu um chip que simula a maneira com que a mente humana reconhece padrões. Chamado de True North, o chip usa energia equivalente a um aparelho auditivo comum e pode, eventualmente, desenvolver cálculos que desafiam supercomputadores hoje. O projeto foi desenvolvido

24 abr
IBM cria biblioteca para combater crimes digitais
Geral // 1

Atualmente, 80% dos cyberataques são dirigidos pelo crime organizado. Esses especialistas compartilham dados, ferramentas e conhecimento de forma extensiva. O mercado já reconheceu que para lidar com essas ‘investidas’ é preciso inteligência e compartilhamento. Entretanto, 65% dos times de segurança dentro das organizações vêm multiplicando suas fontes de confiança para lutar contra diversas formas de ataques. Com o objetivo de

10 mar
Parceria com a IBM desafia alunos do Insper a solucionarem problemas reais
Geral // 0

 A IBM firmou parceria com o Insper, uma das mais renomadas instituições de ensino de São Paulo, com o objetivo de participar do REP –Resolução Eficaz de Problemas, uma iniciativa inovadora no Brasil, que visa desenvolver nos alunos competências de comunicação, pensamento crítico e trabalho em equipe. Atualmente, essas características são muito demandadas pelo mercado de trabalho por serem fundamentais

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por