Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

* Por Márcia Ito

As mulheres têm conquistado cada vez mais seu espaço no mercado de trabalho, e na área de Tecnologia da Informação e Pesquisa não tem sido diferente. Com o aumento dos cursos e Universidades pelo Brasil, surgiram vários campos inexplorados que ainda necessitam de pesquisadores. Este mercado procura, há tempos, profissionais que acreditam que sua pesquisa, independente da área, é inovadora e fará diferença para o mundo.

Eu sou médica, e há anos encontrei minha plena satisfação profissional no mercado de tecnologia. Na área de pesquisas em tecnologia existem médicos, geólogos, designers, urbanistas, tecnólogos, especialistas em mídias digitais, engenheiros, geofísicos, químicos…

Muitos leitores podem estranhar essa variedade, mas pesquisas requerem inúmeras habilidades e conhecimentos, principalmente se a ideia for criar soluções para problemas reais que afligem a sociedade. Não importa a formação, e sim o que o profissional tem para contribuir com a melhoria do planeta. E as mulheres têm conquistado cada vez mais espaço neste setor. Mestres e doutoras podem ser vistas em diversos laboratórios e em projetos estratégicos dentro das corporações, colaborando proativamente e de forma eficaz para o desenvolvimento de ferramentas inteligentes para soluções de saúde, sistemas humanos, recursos naturais e sensoriamento urbano, por exemplo.

 Com as empresas investindo em Pesquisa & Desenvolvimento, a oportunidade para pesquisadoras mudou muito atualmente. Hoje a perspectiva se ampliou além das Universidades e Institutos de Pesquisas do Governo, e profissionais de diversos ramos de atuação podem se aventurar também na área de pesquisas de empresas privadas. E chances de se destacar sempre surgem, com o avanço da tecnologia e exigência de conhecimentos cada vez mais específicos para lidar com as mudanças pelas quais o mundo tem
passado.
Cloud Computing para diversos segmentos industriais, análise inteligente de dados para traçar perfis e sentimentos, mapeamento de mídias sociais para conhecer o público, exploração inteligente de petróleo e gás, tráfego inteligente e desenvolvimento de ferramentas colaborativas. Estes são apenas alguns dos exemplos de tendências que têm norteado o mercado, e que podem contar com inúmeros conhecimentos para se tornarem realidade. Vendo este cenário, você pode perceber que há oportunidades infinitas neste mercado, e que, independente da formação acadêmica, você pode colaborar do seu modo para tornar muitas melhorias em realidade. Afinal, cada um tem sua experiência e pode colaborar de forma única para tornar o planeta melhor para os cidadãos.
 Muitas empresas têm estabelecido seus laboratórios de pesquisas no Brasil, o que aumenta ainda mais as oportunidades de carreira. Sugiro que analisem a demanda e a área de atuação destas organizações, analisando se o seu perfil está adequado ao da companhia e se o seu ideal profissional está de acordo com o que está sendo desenvolvido. As possibilidades são diversas, basta procurar algo que realmente te faça feliz.
*Dra. Marcia Ito é médica, doutora em Engenharia Elétrica e é pesquisadora da área de Sistemas Humanos do Laboratório de Pesquisas da IBM Brasil.

Artigos Relacionados

28 mar
Desafios socioeconômicos do tratamento de lixo eletrônico
Opinião // 0

A produção mundial de equipamentos eletrônicos cresce, e de forma concomitante, gera mais de 40 milhões de toneladas de resíduos eletrônicos por ano, provenientes principalmente dos descartes de aparelhos celulares, geladeiras, computadores pessoais e impressoras, segundo estimativas do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). Os resíduos incluem metais preciosos como ouro e

06 jul
Empreendedorismo e meritocracia: casados para sempre
Opinião // 0

Por: Gustavo Chierighini, publisher da Plataforma Brasil Editorial para o TI+Simples Meus caros, em tempos de crise, o que nos resta é o combate – e nesse cenário, nada melhor e tão absolutamente atemporal como a meritocracia para nos acompanhar na trincheira. E convenhamos, quando um empreendedor (seja ele de sua própria empresa e projeto

02 mar
Computação para vestir
Opinião // 0

*por Cíntia Barcelos – Ano passado falamos sobre a Cíntia aqui no blog. Ela é uma arquiteta de soluções que usa a tecnologia para resolver problemas complexos. O texto a seguir foi redigido por ela para a Comunidade Científica da IBM e ficou tão legal que resolvemos postar aqui também, assim todo mundo pode ler!– Quem

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por