Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

O leasing já está presente no Brasil há várias décadas e tem sido uma modalidade bastante solicitada por diferentes segmentos e por empresas de todos os portes. O benefício fiscal e a melhora no payback do investimento estão entre os vários aspectos quantitativos favoráveis na decisão de realizar uma operação de leasing.
No caso do investimento em tecnologia, as soluções podem apresentar um investimento inicial alto, fazendo com que a compra à vista possa afetar o fluxo de caixa da empresa e limitar a implementação de outros projetos. Deste modo, a modalidade de leasing FMV (leasing a valor de mercado futuro das máquinas) pode ajudar não só a diluir o investimento ao longo dos meses do contrato, mas também a reduzir o desembolso mensal – as empresas não pagam  100% do valor do equipamento uma vez que o banco assume um valor residual que só será pago pelo cliente no caso dele exercer a opção de aquisição ao final do contrato de leasing.

Comparado a uma compra à vista, esta alternativa é muito indicada para equipamentos que possuem uma desvalorização acelerada como PCs e servidores, permitindo à empresa poder fazer aquisições maiores, mantendo-se atualizada nessa era de rápidas mudanças tecnológicas e reduzindo também o risco de obsolescência.

O custo com o descarte desses equipamentos é mais um ponto a ser pensado, pois ao comprá-los as empresas precisam calcular também os gastos referentes a esse processo no final do seu ciclo de vida. Assim, ao escolher o contrato de leasing que tenha entre as opções a devolução do equipamento, transfere-se essa responsabilidade para o banco correspondente.  Todos esses fatores são relevantes e a decisão deve ser feita em conjunto entre TI e financeiro para que, por meio de um estudo econômico e estratégico de longo prazo, todos os custos e benefícios sejam realmente considerados.

Ouça aqui um podcast com mais detalhes sobre o funcionamento
e benefícios do leasing FMV.

 

 

Artigos Relacionados

04 nov
Do ATM à Internet das Coisas
Geral // 0

Esses dias estava pensando quando foi a primeira vez que tive acesso à Internet das Coisas – ou comumente denominada IoT (Internet of Things). Não, eu nunca tive um carro autônomo – quem me dera! – e nem uma geladeira que “fala” comigo. Esses são exemplos simples, práticos e que estão um pouco longe do

16 dez
Segurança cognitiva mais próxima do que imaginamos
Geral // 0

Há alguns meses eu falei em um post sobre como o Watson da IBM irá combater o cibercrime. Bem, a notícia se espalhou, ele se especializou e essa semana companhias do mundo todo irão testar pela primeira vez a versão Beta do Watson for Cyber Security. Ou seja, empresas de saúde, finanças, seguros e outras

21 jan
Quem poderá salvar o varejo?
Geral // 0

*Por Maria Fernanda Espinosa Imagine a seguinte situação. Você agenda as tão sonhadas férias para os Alpes Suíços. Agora, só falta comprar roupas de frio e adereços para sobreviver às baixas temperaturas. O ideal é pesquisar bastante sobre preços e oportunidades para não cair nas famosas pegadinhas do mercado. Huummm… Quem poderá te ajudar nessa missão, dando dicas sobre vestimentas e

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por