Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

Atualmente, as redes sociais estão modificando o modo como as companhias interagem e compartilham informações. Conversamos com o executivo de Social Business e Colaboração da IBM Brasil, Sidney Sossai, para explicar como o social business tem feito parte dos investimentos das companhias, como ele está presente no dia a dia das pessoas e de que forma as empresas têm utilizado essas redes para realizar análise preditiva, com o objetivo de influenciar o consumidor e atraí-lo para o canal digital das empresas.

TI + Simples: Quais são as vantagens do social business?

Sidney: A adoção do social business é uma forma simples de interagir com colaboradores, clientes e consumidores, cruzando os limites dos negócios. Além disso, o social business permite que os mais diversos dispositivos móveis possam acessar aplicações, mantendo os negócios privados em plena segurança.
TI + Simples: De que forma o social business pode ser integrado como parte dos negócios?
Sidney: Primeiramente, devemos explicar que no ‘coração’ do social business está a rede social de trabalho de uma companhia, combinada ao conteúdo e análise e integrada em uma experiência única para o usuário. Dentro das soluções de social business temos o conteúdo, networking, integração e análises de Big Data (grande quantidade de dados), que aproveita o grande volume de dados para analisar o sentimento das redes sociais para oferecer serviços ao consumidor e, a partir deles, saber o que influenciará na experiência que estão oferecendo, seja com um novo produto ou serviço.
TI + Simples: Quais são os benefícios do SB para as companhias?
Sidney: Pesquisas da IBM indicam que com social business as empresas podem obter um aumento nos lucros, assim como um acréscimo em sua receita de vendas. Além disso, por meio da tecnologia é possível melhorar a eficiência nos departamentos, como por exemplo em recursos humanos, que poderão reduzir em custos com recrutamento e também na parte de desenvolvimento de produtos com resultados eficientes para o mercado. Os levantamentos ainda sugerem que o marketing também é uma área que se beneficia do aumento da exposição da marca no mercado.
TI + Simples: Temos casos comprovados de companhias ou instituições que conseguiram otimizar, engajar e aumentar o lucro de seus negócios a partir do social business?
Sidney: Temos diversos casos e mas alguns chamam bastante atenção, como o da Cruz Vermelha chilena. Eles adotaram o social business em substituição aos seus processos manuais com o objetivo de dobrar a capacidade tecnológica de suas operações de resposta a desastres. Com a tecnologia eles conseguiram um aumento de 100% em eficiência de respostas. Além deste, também temos um caso de sucesso com a rede de alimentos Amadori, que transformou seu processo de marketing utilizando as redes sociais para criar defensores dos clientes e impulsionar a presença com novos clientes.
TI + Simples: Na parte de atração de consumidores por meio da análise preditiva, como os executivos C-level estão utilizando as redes sociais para se beneficiarem com essa tecnologia?
Sidney: Temos dois insights principais, um com CEOs e outro com CHROs. De acordo com dados IBM, 16% dos CEOs estão utilizando as redes sociais para se conectar com os consumidores e 73% utilizarão este canal para engajar consumidores dentro de cinco anos. Já os executivos de Recursos Humanos (CHROs) utilizam as redes sociais para recrutar profissionais (66%), enquanto 42% utilizam para a comunicação dentro da corporação. A partir destes dados podemos perceber que não há somente uma utilização das ferramentas de social business e que a tendência é que os negócios sejam, cada vez mais, otimizados por meio desta plataforma.

Artigos Relacionados

25 maio
Como a inteligência artificial pode melhorar a vida dos advogados?
Geral // 0

– Por Bruno Favery – O antigo ditado “a justiça tarda, mas não falha” está com os dias contados. Logo logo ele será substituído por “a justiça não tarda e nunca falha”. E é melhor o bom e velho “a justiça é cega” também tomar cuidado para não ser alterado para “a justiça enxerga como

24 fev
#HACKATRUCKNOSEBRAE – estacionamos na Feira do Empreendedor
Geral // 3

*por Mari Lemos, Kelly Bassi e Mafê Espinosa Quando o SEBRAE convidou o Hackatruck para participar da Feira do Empreendedor 2016, rolou um mix de medo com brilho no olhar. Medo porque sabíamos como seria desafiador levar conteúdo relevante de verdade para empreendedores ávidos por informação. Brilho no olhar porque não há coisa mais gratificante

28 set
Pessoas com deficiência querem – e podem – trabalhar!
Geral // 0

Nem só de produzir tecnologia vive uma empresa de TI. A IBM, como uma gigante global, também se preocupa em garantir que seu ambiente de trabalho seja inclusivo e acessível para todos os seus funcionários. E, por tabela, nem só de descomplicar a tecnologia vive o TI+Simples. Nós também buscamos descomplicar todos os temas que

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por