Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

 

Este ano, durante o quarto e último torneio do Grand Slam da temporada de tênis e o maior evento anual de esporte do mundo, o US Open, a IBM aplicou toda a sua expertise em análise de dados, social business, cloud computing e mobilidade em uma parceria com a Associação de Tênis dos Estados Unidos, USTA, com o objetivo de manter os milhões de torcedores e fãs do esporte conectados e ainda mais próximos das emoções que aconteciam em quadra, estivessem eles acompanhando os jogos no US Tennis Center, em Nova York, ou não.

 

A IBM já gera os dados do US Open e de outros torneios de tênis, como Wimbledon, há vários anos por meio do sistema de análise preditiva SlamTracker. Porém, este ano, o objetivo foi utilizar os dados e a tecnologia para criar uma experiência ainda mais especial e única para os torcedores, oferecendo uma visão inteligente de tudo que se passava nas quadras. Toda a análise
feita em tempo real durante o torneio foi projetada para os aplicativos Apple (iPhone e iPad) e também para usuários de smartphones com sistema Android, permitindo aos fãs interagirem com os dados desde o primeiro saque até o ponto final, com acesso imediato à pontuação, vídeos ao vivo, análise profunda dos jogos e estatísticas.

 

Ainda durante o US Open a IBM convidou o produtor musical James Murphy para trabalhar em parceria com um um desenvolvedor de software e criar música com big data ao automatizar algoritmos de música eletrônica a partir dos dados coletados durante as partidas. Os profissionais associaram elementos dos jogos como saques, faltas, temperatura e gênero dos jogadores.

 

A partir destas informações e com a ideia criar trilhas sonoras diferentes para cada partida o programador fez a leitura da
sequência de dados gerada por cada jogo e gerou uma mistura musical com uma sonoridade única. Juntos, criaram cerca de 400 horas de música ao longo do torneio.

 

Os resultados e músicas obtidos estão disponíveis em um site especial criado pela IBM chamado “The US Open Sessions”. Vale a pena conferir esse Jam musical!

 

Artigos Relacionados

11 dez
Apple + IBM = insights na palma da mão
Geral // 0

  IBM e Apple acabam de lançar os primeiros 10 aplicativos móveis para o mercado corporativo. Baseados na plataforma móvel IBM MobileFirst, os apps rodam em iOS e são destinados para os segmentos de finanças, bancos, varejo, governo, telecom, seguradoras e cias aéreas.  A mobilidade já vem transformando a forma como vivemos. Agora chegou a hora de transformar a forma como

17 out
CMOs estudam amadurecimento do foco no cliente
Geral // 0

O mundo caminha para uma geração colaborativa. Todos tem a liberdade para produzir conteúdo e disseminar suas opiniões. Isso tudo pela internet! As mídias sociais transformaram as relações entre empresa e pessoas, pois viraram um palco para elogios, reclamações, inventividade e muito mais. Esse cenário traz questões pertinentes quanto ao tratamento com os clientes: não é mais possível trata-los de forma generalizada.

29 jun
Inteligência Artificial no Brasil. Isso já é real?
Geral // 2

Quando digo para as pessoas que trabalho com inteligência artificial, surge um visível ponto de interrogação em cima de suas cabeças do tipo: “Como assim? Inteligência Artificial no Brasil? Isso é uma realidade?”. Sim, é! E está presente nas áreas de trabalho de praticamente todos os que me questionam, desde bancos e cultura até saúde.

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por