Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

O mundo caminha para uma geração colaborativa. Todos tem a liberdade para produzir conteúdo e disseminar suas opiniões. Isso tudo pela internet! As mídias sociais transformaram as relações entre empresa e pessoas, pois viraram um palco para elogios, reclamações, inventividade e muito mais. Esse cenário traz questões pertinentes quanto ao tratamento com os clientes: não é mais possível trata-los de forma generalizada. Agora eles querem experiências únicas, direcionamento, engajamento.
Não à toa, os principais líderes de marketing (CMOs) estão cada vez mais preocupados com o engajamento dos clientes por meio da tecnologia e esta questão está ocupando cada vez mais espaço em suas agendas. Isso, principalmente, porque a concorrência ficou mais acirrada e o tempo para lançamento de produtos e serviços reduziu. A partir desta premissa, marketing, comunicação e TI rompem as barreiras e caminham para um trabalho sinérgico e qualitativo com integração em todos os seus canais, tirando o foco “técnico” e passando a ter um perfil estratégico de negócio totalmente focado no cliente.
Segundo estudo da Frost&Sullivan “The Evolved CMO 2014”, 73% dos executivos de marketing já perceberam que a vantagem competitiva vem do estudo direcionado ao cliente, mas em termos de maturidade ainda há muito que fazer quando falamos em sincronizar uma visão única para gerir esse público. Entre os desafios próximos, levar a sério o uso de dados para a gestão de clientes e estimular o crescimento das empresas com o uso da tecnologia será o mais significativo.
No que diz respeito aos dados, o último estudo da IBM sobre CMOs aponta que 82% deles ainda sentem-se despreparados para lidar com a explosão de dados que está sendo vivenciada. É… Big Data ainda assusta um pouco. E isso não é nenhuma novidade! A projeção é de que os investimentos nesta área atinjam US$ 426 milhões neste ano, impulsionados pelos segmentos de varejo, Telecom e finanças. Já o relatório da Frost&Sullivan revela que 52% recorrem à utilização deles para tomar decisões de marketing. Isso quer dizer que a tecnologia é a grande aliada para equilibrar prioridades concorrentes com recursos finitos, encontrar o caminho certo rumo à tecnologia ou até mesmo na preocupação com o ROI (Return Over Investment).

Os estudos não contemplam para onde o Big Data, Mobilidade e Social Business vão levar os negócios, mas já é sabido que essas áreas são fundamentais para a tomada de decisão e se torna um diferencial competitivo relevante. Além disso, existe uma conspiração de fatores que coloca o CMO como o maior potencial consumidor de tecnologia dentro das empresas, mais do que o CFO, CHRO (Recursos Humanos) ou o CSCO (Supply Chain).

Confira abaixo mais insights da pesquisa da Frost&Sullivan e como os negócios podem ser modificados a partir de uma visão focada no cliente

 
 

Artigos Relacionados

23 out
Você é professor, aluno ou pesquisador de TI? Temos materiais específicos para vocês!
Geral // 0

Você sabia que a IBM possui uma área focada no desenvolvimento de professores, estudantes, pesquisadores e profissionais de TI? Sim! Aqui nós trabalhamos com ações em universidades parceiras – por meio de palestras, workshops e eventos -, visitas técnicas nas unidades da empresa, certificação profissional, conteúdo didático para profissionais da área, entre outros. Durante os posts das próximas semanas, falaremos um

15 dez
IoT + Computação Cognitiva: mil cientistas, programadores e pesquisadores juntos para extrair conhecimento de “coisas”
Geral // 1

*Por Maria Fernanda Espinosa A Internet das Coisas já é uma impactante realidade em nossas vidas. É comum nos depararmos com equipamentos que “conversam” entre si para comunicar um período de manutenção ou até para economizar energia. Tem muito médico por aí integrando informações em sistemas para compartilhar diagnósticos de pacientes! E essa história não

17 dez
Novo modelo de previsão dribla a poluição do ar na China
Geral // 0

*Por Kelly Bassi O sol nasce. Você vê um céu de brigadeiro através da janela e pensa: “Que dia lindo”. Acredito que ser abraçado por um céu azul traz, no mínimo, a sensação de felicidade, pois nos possibilita ir à praia, passear no parque ou até colocar uma roupa mais confortável para trabalhar. Quem nunca sorriu ao se deparar com

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por