Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

Mais uma parceria sacode o mercado de TI e startups. IBM e Start-Up Brasil, programa nacional de aceleração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, acabam de firmar acordo com objetivo de fomentar a expressividade desse segmento na economia do País – já que a IBM acredita que as startups podem ser mais eficientes e inovadoras com o uso da tecnologia.

A nova parceria permitirá que a IBM aproxime-se das mais de 150 empresas participantes do programa, oferecendo consultoria em tecnologia e negócios, mentoring, além de acesso aos técnicos, suporte e benefícios do Programa Global de Empreendedorismo da companhia –  possibilitando uma considerável abertura de mercado para as startups em diferentes setores, além de ajudar os empreendedores a gerar mais negócios e ganhar escalabilidade.

Além de expandir as oportunidades dos empreendedores do programa Start-Up Brasil com a IBM, a parceria gera benefícios para as áreas do empreendedorismo e inovação do país. Juntos, o Start-Up Brasil e a IBM agora vão fomentar o ecossistema empreendedor brasileiro.

Antes aceitando somente startups B2B, recentemente o Programa Global de Empreendedorismo da IBM passou a permitir a adesão de empreendedores com soluções B2C, ampliando expressivamente seu alcance. Entre seus principais benefícios estão o uso de software IBM (via licenças de uso ou por meio da nuvem) sem encargos, por três anos, suporte e consultoria técnica e de marketing, mentoring, possibilidade de se criar um consistente networking através do IBM SmartCamp, participação e interação no IBM developerWorks (portal de tecnologia da IBM com mais de 8 milhões de profissionais de TI do mundo todo) e a chance de entrada no programa Catalyst.

Cabeças que pensam

“Se tem um tipo de palavra que eu gosto são os verbos. Entretanto, se tem um verbo escorregadio que eu não gosto é ajudar, pois esconde uma indefinição e um descompromisso por trás do ar de nobre. Felizmente, não ouvi esta palavra na entrevista que tive com Claudio Bessa, cabeça da unidade de desenvolvimento de ecossistema para a América Latina na IBM. Pelo contrário: dele e do Felipe Matos, cabeça operacional do Start-Up Brasil, só ouvi estratégia, estratégia e estratégia.” Diego Ramos, editor-chefe e Sócio-Diretor do Startupi.com.br e co-autor do livro “Empreendedorismo Inovador” em seu artigo para o Startupi.com. Veja o texto completo aqui. 

http://brasilgep.com.br/

O que é o Programa Start-Up Brasil?

O Start-Up Brasil, Programa Nacional de Aceleração de Startups, é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) em parceria com aceleradoras, que visa apoiar empresas nascentes de base tecnológica, as chamadas startups. Funcionando por edições e com duração de um ano, o programa realiza duas chamadas públicas, uma para qualificar e habilitar aceleradoras e outra para a seleção de projetos startups, com duas rodadas semestrais. Durante o ano, as startups selecionadas participam de eventos, recebem acompanhamento e tem a possibilidade de participar do Demo Day nacional ou internacional promovido pelo programa. O Start-Up Brasil integra o TI Maior, Programa Estratégico de Software e Serviços de TI, que por sua vez é uma das ações da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI), que elege as TICs entre os programas prioritários para impulsionar a economia brasileira e tem importantes players do setor como parceiros do programa. Site: www.startupbrasil.org.br , Facebook e @startup_br.

Veja na Imprensa

Estadão – Pequenas e Médias Empresas
Programa federal oferece consultoria da IBM para startups nacionais

Artigos Relacionados

11 jan
Dicas de um milhão de dólares para desenvolvedores de software empreendedores
Geral // 1

*por Mari Lemos Pense num caminhão gigante. Agora, pense que este caminhão, quando estacionado, abre suas laterais, fica com uma área útil de 70 metros e vira UMA SALA DE AULA. Poderia estar falando de um desenho animado, mas estou falando do Hackatruck. Estou dentro dele enquanto escrevo este texto. É um ambiente totalmente climatizado,

20 dez
A revolução do consumidor
Geral // 0

O Natal de 2013 deverá movimentar R$ 31,8 bilhões, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A data é a mais lucrativa e importante para o comércio como um todo. É uma época em que as marcas não têm muito trabalho para conquistar o cliente, certo? ERRADO!!! Os consumidores não querem ser apenas mais um número.

01 jul
Dados podem mudar o jogo
Geral // 0

Análise de Sentimento Social é uma solução que analisa tudo o que é falado nas redes sociais, aponta tendências para gerar insights sobre o que as pessoas estão falando de um determinado tema. Há milhares de aplicações para isso. Imagine um Diretor de Marketing usando os comentários do Twitter e Facebook postados por clientes para

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por