Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

Imagine uma situação: você procura alguém por meio de um aplicativo de relacionamentos e já está correndo um sério risco. E não é apenas o risco da outra pessoa não ser exatamente como na foto do perfil. Mas sim o risco dela ter acesso aos arquivos de sua câmera, microfone, armazenamento interno, dados de localização do GPS e informações financeiras armazenadas em seu smartphone. E estas são apenas algumas das funções que estão vulneráveis a ataques crackers.
Segundo estudo conduzido pela equipe de Segurança da IBM, dos 41 principais aplicativos de relacionamentos no mundo disponíveis para dispositivos móveis (na plataforma Android). cerca de 60% são potencialmente vulneráveis a uma grande variedade de ataques virtuais que podem colocar em risco informações pessoais e até mesmo dados corporativos da empresa na qual você trabalha. Veja bem, pelo menos 50% das companhias pesquisadas afirmam que um funcionário já instalou algum aplicativo de relacionamentos em aparelhos móveis utilizados com fins profissionais e que dão acesso a informações comerciais confidenciais. Você imaginou uma situação desta?
Para evitar que você corra este ou outros riscos de segurança, a IBM dá as dicas!

 


Artigos Relacionados

04 fev
Quer solucionar um problema? Crie um APP! Hackathon Olhar Digital, o que rolou
Geral // 1

*por Mariana Lemos O ano mal começou e já sinto que se passaram seis meses. Se deslocar em São Paulo #nãotáfácil, então peguei trânsito e cheguei atrasada para assistir a final do ‘Guru Eletrônico’ – Hackathon que o Olhar Digital promoveu no Mackenzie – SP nos dias 2 e 3 de Fev. Ainda bem que

05 set
Laboratório de pesquisa da IBM cria app que “lê” para deficientes visuais
Geral // 0

Pense na seguinte situação: você está no aeroporto e um deficiente visual pede sua ajuda para localizar o painel de voos. Após se localizar, ele agradece seu auxilio e, então, aponta o smartphone que carrega no bolso para o painel e ele automaticamente “lê” as informações sobre os voos que estão na tela. Com a

28 abr
Habemus Marco Civil!*
Geral // 0

Para os ativistas da internet, empresas de tecnologia e governos de diversos países, parecia um interminável conclave para a escolha do próximo Papa.  Para o público em geral, que vinha sendo chamado a participar do processo por redes sociais, sites, spams de email, jornais e revistas, um palavrório meio sem sentido.  Estou falando do Marco

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por