Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

IoT-GraphicNa primeira quinzena deste mês, o post “Será o fim da falta de bateria em um mundo super conectado?” abordou que estamos cada vez mais conectados e dependentes de fontes de energia.
Com tantos equipamentos “inteligentes”, a necessidade de armazenamento de dados cresceu exponencialmente e passamos a ouvir constantemente sobre o big data. Parte destas informações já pode ser utilizada pelas empresas para direcionar seus negócios, como possibilitou a parceria entre a IBM e o Twitter.
Apesar de tantos avanços, a IBM estima que 90% de todos os dados gerados por smartphones, tablets, veículos conectados e equipamentos nunca são analisados ou colocados em prática, um desafio para a Internet das Coisas (IoT). “O conhecimento cresce com cada dispositivo ou sensor que esteja na rede, mas frequentemente não focamos neles, mesmo sabendo que podemos obter melhores resultados; é uma oportunidade rica e abrangente que transformará os negócios”, afirma o vice-presidente sênior da IBM Analytics, Bob Picciano.
Diante desse cenário, a IBM anunciou um investimento de US$ 3 bilhões nos próximos quatro anos em uma nova unidade de IoT que terá como base o IBM IoT Cloud Open Platform for Industries, plataforma aberta baseada em nuvem que visa auxiliar clientes e parceiros de diferentes indústrias a integrar dados em tempo real e insights de diferentes fontes nas operações. Isso possibilitará, por exemplo, que as seguradoras obtenham dados de veículos conectados e, assim, tenham novos modelos de precificação e serviços altamente customizados a seus motoristas.

                 
Uma nova parceria anunciada pela IBM com a The Weather Company também retrata as capacidades do novo sistema. Com o apoio de mais de 100 mil sensores de tempo particulares, aviões e drones, as duas empresas ajudarão os clientes a entenderem os impactos do tempo nos resultados de negócios de modo a aperfeiçoar as áreas de negócios afetadas por mudanças climáticas. O IDC aponta que em 2020 serão 28,1 bilhões de unidades de dispositivos IoT instalados, o que oferecerá um enorme valor agregado na economia global: U$ 7 trilhões previstos pelo IDC e U$ 1,9 trilhões projetados pelo Gartner.
O meteorologista Jim Cantore fala sobre a relação do tempo com o business. Confira o vídeo:

Artigos Relacionados

12 nov
IBM Corporate Service Corps: Colaboração para o desenvolvimento social e de futuros líderes
Geral // 0

  A IBM acredita fortemente que por meio de sua força de trabalho é possível colaborar com o processo de crescimento e desenvolvimento social em cada cidade dos países emergentes onde atua. Desde 2008, o programa global IBM Corporate Service Corps já contribuiu para a melhoria da gestão de questões críticas da sociedade, como desenvolvimento

07 jul
Social business transformando negócios
Geral // 0

Atualmente, as redes sociais estão modificando o modo como as companhias interagem e compartilham informações. Conversamos com o executivo de Social Business e Colaboração da IBM Brasil, Sidney Sossai, para explicar como o social business tem feito parte dos investimentos das companhias, como ele está presente no dia a dia das pessoas e de que forma as empresas têm utilizado

10 set
Hackathon Globo: app de hologramas vence desafio em 30 horas com apoio do IBM Bluemix
Geral // 1

A casa mais vigiada do Brasil (BBB) foi habitada por 40 geeks neste último final de semana. No lugar da famosa academia, havia computadores. Isso porque o desafio não era exercitar os músculos, mas o cérebro. Estamos falando do Hackathon Globo. Uma competição que envolveu 8 equipes e durou 33 horas. O objetivo era construir soluções de software inovadoras para a TV, ou seja,

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por