Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

*Por Mariana Lemos e Maria Fernanda Espinosa

Facebook e IBM anunciaram uma parceria inédita que promete mudar a forma como as empresas se relacionam com seus consumidores, permitindo a oferta de campanhas personalizadas e que atingirão o público certo, na hora certa e com a mensagem apropriada. A parceria ainda vai além, porque possibilitará a análise do comportamento dos consumidores em relação às
marcas. As duas gigantes entendem que seus negócios são complementares.
O Facebook é a maior rede social do mundo e gera trilhões de dados diariamente. Na outra ponta, a IBM possui tecnologia ímpar em análise de dados e comportamento (analytics) que permitirá ao Facebook obter insights valiosos e precisos sobre como seu público se comporta e o que ele espera. Mas o que isso muda na sua vida? O facebook possui 1.44 bilhões de usuários no mundo e 89 milhões de acessos mensais apenas no Brasil. É um volume de dados inimaginável, que agrega informações de perfis, likes, comentários, cliques, buscas e conversas de chat.
Agora, imagine que você está navegando na internet e, de repente, lembra que quer comprar uma raquete de tênis para finalmente se dedicar ao sonho de praticar seu esporte predileto. Bem, você compara os preços disponíveis e decide deixar essa compra para depois. Em uma nova aba, você abre o Facebook e começa a navegar pelo feed de notícias, quando um anúncio de raquete de tênis aparece na sua rede. Alguns pensam que é o destino, outros atribuem esse fato à tecnologia (estão certos). Sempre há os que julgam o conteúdo como invasivo (estes podem desabilitar determinados plugins). O fato é que esta inteligência é realmente um advento da TI e da análise de dados. Mas isso é só o começo, é só o que você enxerga. A parceria entre IBM e Facebook  irá bem além disso, porque analisa comportamentos dos consumidores em relação às marcas.
Vivemos a era da personalização e das relações E2E (everyone to everyone – ou, de todos para todos). Um anúncio já não nos interessa tanto quanto um conteúdo qualificado e entendemos que negócios são feitos por pessoas que trabalham em empresas, ou seja, criar nossas redes é de fundamental importância para nosso círculo social e profissional. A parceria da IBM com o Facebook mostra que há um potencial gigante de aprendizado nas companhias, que poderão entender como gerar relevância e personificação para seus consumidores, abordá-los de maneira eficaz e, por fim, gerar mais receita, equilibrando a balança de oferta e consumo.

 

Quer saber mais? Dá uma olhada nesta matéria do Meio&Mensagem


Curiosidades sobre o mercado de Consumo

Artigos Relacionados

16 jun
E agora? O cliente do banco é digital
Geral // 0

A partir de hoje (16/6) até quinta-feira (18/6), toda indústria bancária estará reunida no Ciab FEBRABAN, o maior evento de tecnologia do país voltado para instituições financeiras. Na comemoração de 25 anos, a edição traz como um dos temas centrais a atuação dos bancos na era digital. Executivos da IBM, do mundo todo, estarão presentes

14 out
Como a inovação aberta chega até nós?
Geral // 0

*Por Kelly Bassi Toda vez que me deparo com um desafio costumo dividi-lo com alguém próximo à situação. Minha expectativa é que essa pessoa ajude com alguma contribuição, pois sempre ouvi que “duas cabeças pensam melhor que uma”. Sábio ditado popular! Tão útil que vem sendo usado pelas empresas que trabalham com o conceito de open innovation, em português, inovação aberta

30 ago
Três razões para celebrarmos a chegada do Watson Oncology ao Brasil
Geral // 0

*Por Claudio Ferrari – “If you cannot measure it, you cannot improve it.” (Sir William T. Kelvin , Matemático, Físico e Engenheiro – 1824 – 1907) O lançamento do Watson for Oncology marca a chegada da computação cognitiva aplicada à saúde no Brasil. Temos três boas razões para comemorar esse novo momento da medicina. 1. Poderemos ser

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por