Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

*Por Kelly Bassi
Pois é, já faz mais de um ano que os paulistas enfrentam os efeitos da crise hídrica. A perspectiva é de pouca chuva para os próximos dois anos. E sabemos que o convívio com o problema será a longo prazo. O melhor caminho para a questão é a colaboração de todos, não só com o uso consciente da água, mas também compartilhando o que está acontecendo ao seu redor.
A IBM Brasil e o Instituto Cidade Democrática decidiram cooperar com essa questão e lançaram o aplicativo Água Viva. Desenvolvido com tecnologia brasileira do Laboratório de Pesquisas da IBM no País, a ideia é que qualquer pessoa registre no app incidentes com a água, como localização de fontes, vazamentos e falta. As informações coletadas serão analisadas e levadas ao poder público pelo Instituto Cidade Democrática em forma de propostas e sugestões de ações.
O app é gratuito e irá, inicialmente, registrar ocorrências no Estado de São Paulo. Ele já está disponível para Android e, em breve, para iOS. As informações fornecidas pelos usuários estarão disponíveis no site: www.agua-viva.org. O TI+Simples conversou com o Rodrigo Bandeira, cofundador e coordenador de mobilização do Instituto Cidade Democrática, para entender melhor os propósitos desse projeto.

TI+Simples: Por que o Cidade Democrática decidiu atuar no problema da água?
Rodrigo Bandeira: Pelo Instituto, atuamos em temas públicos de grande relevância, construindo as pontes com as soluções por meio de inteligência
coletiva. Quando a crise hídrica se apresentou, passamos a trabalhar para conhecer melhor quem estava atuando nessa questão e o que cada um estava fazendo, para desenhar um plano completo, a partir de ações da sociedade civil.
TI+Simples: Qual a expectativa com este projeto?
Rodrigo Bandeira: O aplicativo móvel Água Viva tem um grande potencial de ser usado por todos que tenham alguma informação sobre vazamento de água, mal-uso do recurso etc. e isso tem dois resultados possíveis: que o poder público possa atuar a partir de informações geradas por cidadãos e também que as pessoas possam perceber que têm o poder de influir positivamente em questões públicas.
TI+Simples: Por que a IBM foi escolhida como parceira? De que forma ela está agregando à iniciativa?
Rodrigo Bandeira: A IBM é nossa parceira há 4 anos e nosso diálogo tem nos feito conhecer melhor a realidade de cada um. Quando a oportunidade de desenvolver um aplicativo para um tema público surgiu dentro da IBM, nós fomos chamados para pensar em qual poderia ser o objetivo deste aplicativo e também para estar à frente da iniciativa. Isso fez sentido e topamos na primeira hora.
TI+Simples: Como as ideias serão levadas para o governo?
Rodrigo Bandeira: O aplicativo vai gerar um banco de dados que poderá ser utilizado por qualquer um que estiver envolvido com a questão da crise hídrica em São Paulo. Nós somos integrantes da Aliança pela Água, uma iniciativa incrível da sociedade civil que congrega os maiores especialistas e ativistas com trabalho de qualidade para construir uma agenda de superação deste desafio. Contamos com esses parceiros e estaremos sempre abertos para que outros atores sociais possam beneficiar-se desta base e das análises que ela possibilitará.
O que você achou desta iniciativa? Confira abaixo passo a passo para uso do app.

Artigos Relacionados

26 mar
Conheça algumas verdades e mitos sobre o IBM Watson
Geral // 1

Muito tem se ouvido sobre o IBM Watson, principalmente quando ele passou a ser aplicado em novas áreas como a culinária e brinquedos. Mas o que é verdade e mito sobre ele? Confira algumas dessas dúvidas:

17 jul
Liderança: como chegar lá!
Geral // 0

Estudar, trabalhar duro para conquistar aquela sala – a do gerente ou a do presidente – é o sonho de muitas pessoas. Essas posições oferecem reconhecimento, mas também esforço e determinação. Na matéria abaixo, do programa “Conta Corrente”, da Globo News, você poderá ver um dos programas que a IBM oferece para capacitar pessoas com

26 ago
Como construir uma casa pode ajudar a entender o Watson Analytics?
Geral // 0

* Por Kelly Bassi e Maria Fernanda Espinosa – O que precisamos para construir uma casa? O tijolo! Sim, por mais óbvio que seja, sem ele não há paredes ou tetos. Mas onde queremos chegar com esse papo de construção? Queremos explicar definitivamente a diferença entre Watson e Watson Analytics – sim, são soluções diferentes,

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por