Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

*por Amanda Doiman
Alta disponibilidade, respostas em tempo real, estabilidade, qualidade de serviços prestados. Tudo isso aliado a preços competitivos. Estes foram os atributos que fizeram o marketing digital se render aos encantos da Nuvem. Afinal, não é segredo que as companhias precisam cada vez mais de ferramentas para fidelizar e engajar clientes nos canais digitais. Isso vai muito além do simples desafio digital.
O negócio digital não se refere a uma revolução e sim a uma evolução de conceitos. E no segmento de marketing vemos o mesmo. Consumidores buscam empresas que entendam seu histórico de comportamento de consumo e utilizem estes dados para oferecer melhores experiênicias de compra. E nada melhor do que a nuvem (com benefícios como alta disponibilidade, agilidade, segurança e boas condições de preço) para hospedar todas as ferramentas necessárias para o marketing digital.
Uma das histórias que teve um final feliz foi o caso da Dinamize. A empresa oferece serviços de e-mail marketing com segmentação completa, relatórios de audiência e integração com CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) e redes sociais. Ao longo dos últimos 10 anos a empresa passou de um funcionário para 64, e de 23 clientes para 18 mil marcas atendidas, dentre as quais as maiores do Brasil e do mundo. Assim, no ramo em que atua, a Dinamize precisa de uma estrutura de rede robusta e confiável. Com as soluções de nuvem da IBM SoftLayer, foi possível fazer a gestão das ferramentas de e-mail marketing e de monitoramento de redes sociais de maneira flexível e escalável, garantindo a continuidade da operação.
A demanda dos milhares de clientes da Dinamize é variável, sazonal e difícil de ser estimada. Graças aos serviços de nuvem IBM, porém, isso não é mais um problema. Se as atividades dos clientes aumentarem em determinado mês, por exemplo, a infraestrutura em cloud estará preparada para a sobrecarga, evitando surpresas desagradáveis; e em um período de menor demanda, a empresa não precisa pagar por um serviço que não utiliza.
Para o diretor de tecnologia da Dinamize, Mauricio Martini, a empresa, ao migrar para servidores dedicados da IBM SoftLayer, reduziu seus custos em 70% e viu aumentar a qualidade dos serviços prestados a seus clientes. Também investindo na nuvem temos a Melt, empresa que atua no mercado de mídia digital na América Latina, onde fornece para grandes e médios anunciantes uma ferramenta de autosserviço que ajuda na otimização de seus investimentos em publicidade digital.
Para manter-se à frente da concorrência em um mercado altamente competitivo, a empresa precisava de uma plataforma em nuvem com alto desempenho, que trouxesse maior agilidade no tempo de respostas e aumentasse suas vendas. Assim, implementou uma infraestrutura de servidor bare metal baseada na nuvem IBM SoftLayer para processar todos os pedidos de licitação online. Com isso, diminuiu significativamente os prazos de entrega de propostas, o que trouxe mais agilidade no fechamento de negócios.
Outra união feliz entre nuvem e marketing digital foi o caso da startup brasileira Seekr, lançada em 2010 e uma das maiores empresas de monitoramento de redes sociais no país. A startup migrou recentemente para a nuvem IBM Softlayer. “Mais do que performance e qualidade, dois grandes diferenciais da Softlayer, outros benefícios foram o atendimento e auxílio na definição da melhor solução para as nossas necessidades, algo extremamente difícil de encontrar em outras soluções de Cloud Computing”, ressalta Mauricio Brentano, CTO (Chief Technology Officer) da Seekr.

Artigos Relacionados

17 jul
Conheça as 5 tecnologias que estão dando o que falar em 2017
Geral // 0

Com frequência falamos aqui no blog sobre tecnologias disruptivas como Inteligência Artificial, Blockchain, Internet das Coisas, entre outras, e como elas já são realidade no nosso dia a dia. Curiosamente, há pouco essas mesmas tecnologias eram consideradas as apostas do futuro. Mas então, se essas “profecias” já se concretizaram quais são as próximas apostas tecnológicas?

15 jul
O que os torcedores tanto falaram nas redes sociais no último mês?
Geral // 0

O mundial de 2014 vai ficar marcado pela intensidade dos jogos, pelo fiasco do Brasil e pela participação ativa dos torcedores nas redes sociais. Elas foram as grandes protagonistas do torneio e deram voz a uma arquibancada virtual que fez ainda mais barulho que o povo que estava no estádio. Quem acompanhou as redes durante

28 jul
O que o Mainframe e a Corrida Espacial têm em comum?
Geral // 0

Você já parou para pensar como a tecnologia está presente até nas menores atividades de sua rotina? Claro que não estou falando do Waze, Whatsapp ou qualquer outro app que usamos todos os dias. Também não me refiro ao carro autômono ou àqueles refrigeradores que avisam quando precisam ser abastecidos. Estou falando da tecnologia “invisível”.

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por