Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

– Por Bruno Favery –

A união faz açúcar e não a força. Foi com esse infame e infantil trocadilho que iniciei a primeira redação que escrevi na escola. O tema que a professora nos pediu para trabalhar era justamente a “união faz a força”, e eu querendo ser o engraçadinho decidi tirar sarro. Mas que beleza, hein! Não preciso nem comentar a minha nota, né?

O que me fez voltar no tempo e relembrar esse embaraçoso episódio foi conhecer o World Community Grid. Para quem nunca ouviu falar, trata-se de uma iniciativa para criar a maior sistema de computação em grade do mundo, em prol de projetos de investigação científica que beneficiem a humanidade.

O mais legal é que essa grande grade computacional, por assim dizer, é criada por meio de doações. E para a minha surpresa as contribuições não são feitas em dinheiro, mas sim em capacidade computacional. Ou seja, para eu me tornar um voluntário eu simplesmente instalei um aplicativo do World Community Grid em meu computador e também no smartphone. Automaticamente, o app passa a realizar experimentos virtuais para os cientistas sempre que meu aparelho fica inativo.

Explico: sabe aquele momento em que você está no trabalho e vai tomar um café ou almoçar, ou mesmo quando está de bobeira apenas nas redes sociais? Nestes momentos sua máquina não está a “todo vapor” e muito provavelmente nem está usando metade de sua capacidade. É nesse tempo ocioso que o aplicativo do World Community Grid entra em ação e utiliza, com o seu consenso, o poder de computação de seus devices para auxiliar no processamento de milhares de dados e ajudar a comunidade científica.

Ao pesquisar mais sobre o World Community Grid descobri que esse esforço comunitário, somado à atuação em conjunto de diversos cientistas, já possui alguns excelentes resultados e projetos que visam o combate da Varíola, Ebola, Aids, e mais recentemente o Zika vírus. Já são mais de três milhões de computadores e dispositivos móveis de 750 mil pessoas e 470 instituições, em 80 países que contribuíram para mais de 20 projetos. Quem tiver o interesse em participar basta acessar www.worldcommunitygrid.org

Diante de um panorama como esse pensei: chegou a hora de me redimir e finalmente escrever algo condizente ao dizer a união faz força. Afinal, este é um excelente exemplo de como cidadãos, empresas, universidades e ONGs podem trabalhar juntos para alcançar um objetivo comum, com resultados significativos para toda a comunidade.

A TI nos conecta, une, engaja, tem poder de cativar e gerar empatia, então porque não a usamos com mais frequência para ações como essa? Foi uma grata surpresa saber que um simples ato – como instalar um app – poderia contribuir para algo tão nobre. Que a tecnologia continue empoderando as pessoas e que as pessoas continuem a usá-la para o bem!

Artigos Relacionados

11 set
RH mais inteligente
Geral // 0

Agendamento de férias, recebimento de salário, contrato admissional… são processos com os quais a maioria de nós já teve ou terá de lidar algum dia. Para que todos esses trâmites possam fluir sem entraves, existe nas companhias uma área que é de suma importância: a de Recursos Humanos. O que muitos não sabem é que o RH

02 nov
Todos conectados
Geral // 0

No passado, redes sociais eram utilizadas, principalmente, por jovens e adolescentes e o uso dessas ferramentas era proibido no ambiente de trabalho. Mas hoje a situação é totalmente diferente. Empresas, executivos, pessoas de terceira idade, adultos e jovens… Estão todos “conectados” em diferentes lugares, mas com uma ação incomum: expressando a opinião. Hoje em dia você não precisa mais

02 jul
Fórum de Empresas e Direitos LGBT: o diálogo mudando perspectivas
Geral // 8

* por Ellen Simão – A IBM abriu suas portas para a 12ª edição do Fórum de Empresas e Direitos LGBT no mês de junho. O evento propõe os avanços nos direitos LGBT no mercado de trabalho e na sociedade. A proposta é criar uma discussão essencial para a comunidade e para as companhias que procuram criar um ambiente inclusivo para os

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por