Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

Dia das Crianças é sempre uma data comemorativa especial. Primeiro porque é o dia das pessoas mais encantadores e, segundo, porque nos faz lembrar daquele nosso melhor lado, daquela alegria, inocência e jovialidade. De vários Dias das Crianças que já celebrei, lembrei hoje de um em especial que me deixou muito feliz. Eu tinha 6 anos de idade e na comemoração daquele ano ganhei do meu avô um Master System. O que na época era um super videogame, hoje está mais para peça de museu.

Não vou desmerecer o meu presente, até porque me divertiu por muito tempo, mas lembrar desse dia me fez refletir sobre como muita coisa mudou nesse meio tempo. Naquela época, uma plataforma de 8 bits era o máximo. Hoje, crianças de 2 anos já estão de smartphone na mão brincando com joguinhos ou vendo vídeos infantis no Youtube. É uma loucura. Quem nunca se espantou ao ver um bebezinho já entender o conceito de touchscreen? Pois é amigo, vivemos na era digital e me parece que as crianças já nascem com diversos conceitos tecnológicos embutidos em suas memórias. É impressionante! cg2

Essa era na qual vivemos oferece excelentes opções para a “molecada”, não só de entretenimento como também de aprendizado. O Youtube é uma das plataformas mais acessadas, tanto que eles já criaram uma aba destinada aos conteúdos infantis. Minha sobrinha que o diga, não sai de lá e ainda encontra tudo o que mais gosta. Conceito de On Demand já sendo aprendido desde cedo.

Algo que estou ansioso para que chegue no Brasil e que se eu pudesse escolheria como meu presente de Dia das Crianças é um cognitoy. Para quem não sabe, um cognitoy é a evolução dos brinquedos convencionais. Devido à conexão com a internet e por utilizar o Watson, plataforma de computação cognitiva da IBM, eles são capazes de responder perguntas, contar histórias, brincar, soletrar e muito mais. O legal é que esses brinquedos possuem memória e capacidade cognitiva, o que torna as interações cada vez mais personalizadas à medida que você o utiliza.

Veja esse vídeo e entenda um pouco mais como funciona:

Muito legal não? Essa pode ser uma excelente forma de potencializar o processo de aprendizado de uma criança, já que em média elas fazem 300 perguntas diariamente e é difícil ter tempo para responder todas elas, ainda mais com a rotina do dia a dia. Infelizmente o ‘Dino’, nome do brinquedo cognitivo, ainda não está disponível no Brasil. Mas não deve demorar muito para que ele chegue em terras tupiniquins. Quem sabe esse não pode ser o presente para alguma criança que você conheça para o ano que vem.

* Por Bruno Favery

Artigos Relacionados

26 out
Insight 2015: Um evento para as vanguardas de Big Data
Geral // 0

*Por Maria Fernanda Espinosa Você já deve saber que análise de dados é hoje a base para a inovação nos negócios. Isso porque, por meio de dados, é possível entender, de fato, onde se está e onde se quer chegar, sem dar margem a “achismos”. Com frequência acompanhamos casos de companhias que transformaram suas operações

12 ago
Os Cientistas de Dados vão invadir as empresas
Geral // 0

Direito, jornalismo, medicina, arquitetura… Foi-se o tempo em que essas eram as profissões mais promissoras do mercado de trabalho. Hoje, em pleno século XXI, após a ascensão da internet e do completo estabelecimento das redes sociais na vida dos seres humanos, novos perfis profissionais passaram a ser procurados pelas empresas. Ao mergulhar no universo da

08 mar
Viagem ao centro da terra
Geral // 0

Vou começar esse texto com uma frase que me inspirou durante a visita à Fundação Shunji Nishimura e FATEC de Pompéia Shunji Nishimura, no interior de São Paulo, no início de fevereiro: “Se parar agrícola, mundo para” Quem disse isso, com um português bastante difícil, foi o Sr. Shunji Nishimura. Ele foi o idealizador da

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por