Pick a color

Boxed/Wide

Boxed
Wide

Content width

1200
1040
960

Select headings font

Background (Boxed)

No mês passado falei aqui no blog sobre os melhores aplicativos para turbinar os treinos e chegar no #projetoverão perfeito [lembrando que cada um determina o que acha melhor para seu programa]. O que eu quero abordar nesse post aqui é a parte nutricional. Gente, sou uma péssima pessoa para falar sobre isso – que a minha nutri não me ouça -, porque eu amo comer. Porém, vamos pensar que não dá para emagrecer apenas malhando, mas batendo uma feijuca na hora do almoço, né? Então, hoje, apresento alguns apps que oferecem acompanhamento nutricional. Tem milhares, sério.

Eu mesma já testei o My fitness pal’ e o FatSecret. Achei bem bacana. Eles monitoram e controlam a quantidade de calorias ingeridas e funcionam como diários alimentares, mas tem que ter disciplina. Comer bem e de forma saudável não é mesmo uma tarefa fácil, e quem busca o #corpodoverão, não pode deixar a peteca cair justo na hora alimentação. Claaaaaro que eu indicaria uma nutricionista, mas como eu estou falando de tecnologia, então deixa isso para uma próxima. Bom, também achei algumas referências de apps bacanas – e na faixa – para esse objetivo, dá uma olhada:

Dieta e Saúde

emagrecer03_parteIEsse é parecido com o My fitness pal’, pois controla o que você come e as porções, além de sugerir os alimentos para você deixar os pratos mais gostosos. Possui versões para Android, iOS e Windows Phone.

Noom Weight

Com esse aplicativo você cria um plano personalizado de perda de peso e depois vai acompanhando o que mudou. Ele conta calorias, monitora as atividades físicas e te lembra de levantar o corpo do sofá para fazer alguma atividade física. Roda em iOS e Android.

TecnoNutri

Esse aqui é perfeito para o final countdown do #projetoverão. Como ele trabalha com objetivos, é muito mais fácil você saber quantos quilos pode perder e quanto de ganho de massa muscular terá de acordo com as informações que inserir nele sobre suas características físicas, como peso, idade etc. A partir delas, ele irá calcular as melhores opções para sua dieta bacanuda e ainda montar um cardápio legal para todas as refeições.

Claro que não podemos nos esquecer da importância do acompanhamento desses exercícios. Quando não tem ninguém olhando, a gente se machuca, fica de mau jeito e ganha aquela lombalgia “braba” depois de um exercício mal feito também pode se sentir ofegante e indisposto. Bom, pra começo de conversa, o ideal é ter sempre o acompanhamento de um cardiologista e de um médico do esporte, claro, mas para quem já está com os exames em dia e apto para a prática de atividades físicas, pode utilizar aplicativos ou dispositivos vestíveis, os famosos wearables, que monitoram cada pedacinho do seu corpo (já falamos sobre como eles podem ser usados em competições esportivas aqui no TI+Simples: dá um pulo no post para saber mais). Bom, vamos lá aos apps de frequência corporais mais utilizados:

Instant Heart Rate, Runtastic Heart Rate Monitor & Pulse Tracker e Heart Rate Monitor

Todos os três apps identificam o ritmo cardíaco e pulsação por meio da câmera do seu celular e não necessitam de outro equipamento, como um “armaband”, por exemplo. A única diferença que vi foi no Heart Rate Monitor, que faz uma análise facial com a câmera frontal e te diz o que está se passando com o seu corpo durante o exercício. Todos rodam em iOS e Android.

MotionX 24/7

Quer monitorar o coração, os passos, perda de peso e controlar as noites de sono? Esse app é “pau pra toda obra”! Você estipula o que precisa e ele vai armazenando as informações para te dar um relatório completo posteriormente. Eu achei muito legal! É uma pena que seja pago e só esteja disponível para iOS.

Agora vou tocar em um ponto ultra importante: dormir. Não adianta nada fazer exercícios e não ter aquela boa noite de sono. Na verdade, nem eu acreditava nisso até sofrer uma estafa absurda após dias de treinos pesados. Bom, bati um papo com o Leonardo Ferreira Polito, que é coordenador e responsável técnico da academia Animal Gym e também é coach de cross fit e LPO (levantamento de peso) e ele explicou que o tripé do treinamento é exercício, dieta e descanso.R2D2 sono

De acordo com o que me disse, dormir bem é a chave para o resultado. Ele aproveitou para dar uma dica muito bacana. “Se são pessoas que só treinam no verão: não abusem, não se machuquem, vão com calma. Porque a pessoa não tem um regime de treinamento normal e fica uma hora na esteira, uma hora no spinning e etc. Isso lesiona. O resultado tem a ver com o esforço que você faz na academia, e o descanso que você proporciona para o seu corpo se recuperar”.

Por falar em sono bom, listei aqui alguns apps que estou experimentando. Eu, particularmente, gosto muito do Sleep Better, porque as minhas noites são sempre agitadas e incompletas e eu sei disso, pois no início do dia seguinte o app me traz um relatório sobre como foi meu descanso, o tempo que fiquei em sono profundo, que acordei etc.

Smart wake up, Sleep Cycle e Sleep Tracker

Todos esses são bem parecidos com o Sleep Better. Eles dão todas as informações de como foi a noite de sono. O Sleep Cycle tem só uma diferença: ele consegue detectar se o celular está bem posicionado no colchão e dar a previsão do tempo do dia, além de não ter trilhas sonoras para o alarme como o Smart wake up. O Sleep Tracker tem a diferença de rodar em Windows Phone, enquanto os outros somente em iOS e Android.

Sleep Genius

Esse é pago, mas é incrível. Foi desenvolvido a partir de uma pesquisa da NASA para ajudar astronautas a dormir. O diferencial? Programa uma noite perfeita de sono profundo!

die calories dieGente, é isso! Eu acho que já dei várias dicas legais para o #projetoverão e espero que todos aproveitem a época da melhor forma possível. Vou finalizar esse post com um toque do Leonardo Polito, que acho bem legal, sobre fazermos o que realmente gostamos e aceitarmos nosso corpo como é. Diz aí, Leo: “Movimente-se, ache uma coisa que você realmente goste, que te divirta, te faça feliz. Não é todo mundo que gosta de correr na esteira, andar de bike na cidade ou fazer musculação. Então encontre um esporte que te complete, que te deixe tranquilo e com vontade de treinar e fique nele. Todo esporte tem um resultado legal”.

*Por Maria Fernanda Espinosa

Artigos Relacionados

03 jul
Lições aprendidas sobre Social Business
Geral // 0

Ontem participei do evento IBM Mobile & Social Business, no Hotel Unique, em São Paulo, que trouxe dados muito interessantes sobre duas tendências que se tornaram um grande desafio para fornecedores e usuários de tecnologia. Como são temas com uma infinidade de conteúdo para discussão, vou dedicar esse post ao Social Business que, resumidamente, pode ser considerado um ambiente

16 ago
Computação social
Geral // 0

A computação está presente no nosso dia a dia e, muitas vezes, quase 24 horas por dia, quando recebemos atualizações das nossas redes por meio do celular. Milhões de dados, que muitas vezes podem ser relevantes para diversos públicos, são gerados a cada segundo. É a Computação Social presente, cada vez mais, na vida do cidadão. Pensando nisso,

22 ago
A mobilidade além dos tablets e smartphones
Geral // 2

Semana passada recebemos no Brasil a principal executiva mundial da IBM para mobilidade, Marie Wick, uma entusiasta desta tecnologia que está impactando cada vez mais o dia a dia das pessoas e de corporações de diferentes segmentos e indústrias. Ela falou muito sobre o Brasil e como estamos avançados na adoção e utilização de tecnologias móveis. Também falou sobre

Comentários

Deixe aqui seu comentário

nitromidia.com Desenvolvido por